informe-se com a sulfite

O câncer de próstata pelo olhar da psicoterapia


14 de Novembro de 2018

 Novembro Azul é uma campanha de conscientização realizada aos homens, como forma de informar sobre as doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata. Como toda a doença, o câncer de próstata tem uma causa psicológica ou psicossomática. Pelo olhar da psicoterapia, a próstata representa a masculinidade. O psicoterapeuta Rafael Orso de Oliveira explica que quando o homem sente que sexualmente não é mais importante para a mulher e não recebe qualquer elogio sobre a masculinidade, passa a ter medo de não agradar mais. É envolvido por um sentimento de culpa e sente-se pressionado a desistir. Quando o homem vive um relacionamento conjugal em constante conflito e a mulher tenta ser completamente independente, seu inconsciente o “avisa” que sua virilidade está em jogo.

Problemas na próstata simbolizam, emocionalmente, revolta contra as mulheres ou contra uma determinada mulher. O câncer na próstata é chegar ao extremo do desespero da autoafirmação e “vingança” por estar sendo humilhado e magoado pela mulher (ainda que esta humilhação seja apenas interna). O homem necessita de uma mulher que o compreenda e o incentive sempre, caso contrário passará a se deixar levar pela crença de que, ao avançar da idade, diminuirá sua potência sexual. “Livre-se da dependência de precisar ouvir que você é bom e acredite, por si só, nesta realidade. Perdoe as mulheres e tente compreender mais as necessidades de solidão e independência que elas, às vezes, reivindicam”, ressalta Rafael Orso de Oliveira.

O profissional destaca, ainda, que é importante buscar harmonia no relacionamento, e o diálogo sincero resolve as questões emocionais. Tirar do coração as mágoas é fundamental para continuar a viver. “A expectativa só traz frustações e sofrimento. Perdoe e confie em você e em toda capacidade masculina, sem traumas. Desista de imobilizá-la por meio da doença, porque você é que será o grande perdedor e ninguém é insubstituível. Viva sua vida sem ressentimentos e aceite as mudanças, com gratidão”. 

Louise L. Hay, autora do livro “Cure seu Corpo”, que curou-se de câncer maligno após compreender o processo de cura mental mantendo uma atitude positiva em relação à doença, nos traz um parecer sobre a origem emocional do câncer no seu livro “Você pode Curar Sua Vida”. “O Câncer é uma doença causada por um ressentimento profundo abrigado por tanto tempo que ele literalmente começa a comer o corpo. Algo aconteceu na infância (ou na vida) que destruiu o sentido de confiança da pessoa. Esta experiência é esquecida e o indivíduo vive com autopiedade, encontrando dificuldade em estabelecer e manter relacionamentos duradouros e significativos. Por causa deste sistema de crenças, a vida parece ser uma série de decepções. Uma sensação de impotência, desesperança e perda permeia o pensamento e torna-se fácil culpar os outros por todos os problemas. As pessoas que têm câncer também são muito críticas em relação a si mesmas. Para mim, a base da cura do câncer é aprender a amar e aceitar o eu. Descobri que o perdão e o se libertar do ressentimento são capazes de dissolver até o câncer. Embora esta afirmação possa parecer simplista, já vi e comprovei isso em meu trabalho".

Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (54) 9.9139-4614, pelo e-mail: rafaorso@icloud.com, ou pelas Redes Sociais (Facebook e Instagram): @rafaelorsopsicoterapeuta. O espaço comando por Rafael fica localizado na Rua Mariana Prezzi, 288 - Pio X, Caxias do Sul.



Tags: Sulfite, Assessoria de Imprensa, Rafael Orso de Oliveira, novembro azul, câncer, psicoterapia




Informe-se com a sulfite comunicação e eventos