informe-se com a sulfite

Projeto Engenharia Solidária está em busca de voluntários para ajudar na triagem das tampinhas


04 de Fevereiro de 2019

O projeto Engenharia Solidária, que realiza ações coletivas que visam ajudar ONGs e protetores independentes que atendem animais, está convidando a comunidade para se engajar com a causa. A iniciativa está precisando de voluntários para ajudar na triagem das tampinhas.  

A coordenadora do projeto, a professora Rejane Rech, explica que o Projeto Engenharia Solidária surgiu de alguns alunos e professores da área das Engenharias da Universidade de Caxias do Sul - UCS. Hoje, a iniciativa, que visa o bem-estar de animais em situação de vulnerabilidade, ultrapassou essa fronteira e agrega voluntários unindo a cidade na causa da saúde animal. “Desde 2015, quando iniciamos com o projeto, até dezembro de 2018 arrecadamos um valor aproximado de R$155.000. Neste período retiramos da natureza e mandamos para a reciclagem mais de 78 toneladas de tampinhas plásticas”.

Vale destacar que o projeto recolhe exclusivamente tampinhas plásticas, isso porque são confeccionadas em polipropileno PP, obtendo um bom valor de revenda no mercado de recicláveis, são densas e ocupam pouco volume. As doações podem ser de tampinhas de garrafas pet (refrigerantes, água mineral, entre outras), de produtos de limpeza, de produtos alimentícios (margarina, maionese, creme de leite) e de produtos de higiene (shampoo, condicionador).

“Temos hoje aproximadamente 300 pontos de coleta, entre restaurantes, casas de comércio, escolas, entre outros. Também contamos com a parceria de diversas empresas que coletam internamente entre seus colaboradores e familiares”, explica Rejane. Ela ainda acrescenta que são mais de 30 voluntários que se distribuem entre as seguintes tarefas: recolher as tampinhas nos pontos de coleta e levar até o depósito na UCS; separar as tampinhas, retirando materiais estranhos e também separando as limpas das sujas, embalar em sacos; carregar os sacos já triados até a empresa compradora; preparar material gráfico para as campanhas e administrar as Redes Sociais.

O processo de triagem das tampinhas é fundamental, pois garante que materiais metálicos tais como tampas metálicas, lacres de alumínio, e outros materiais sejam descartados. Isso porque, a empresa que compra o material coloca as tampinhas diretamente em moinhos, e tais contaminantes poderiam danificá-los. O dinheiro arrecadado é destinado para a compra de ração e entregue nas seguintes organizações: HELP VIRA-LATAS, PAC - Proteção Animal Caxias e também para protetores independentes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Tags: Sulfite, Assessoria de Imprensa, Engenharia Solidária, voluntários, projeto, ajudar




Informe-se com a sulfite comunicação e eventos