informe-se com a sulfite

Em entrevista, a gestora Marta Cagliari deixa diversas dicas para os empresários enfrentarem esse período conturbado da economia


27 de Outubro de 2016

Proporcionar a solução certa para os problemas das empresas em tempos difíceis, com o objetivo de oferecer as práticas para cada uma delas conforme sua necessidade, com foco em elevar a organização em um nível superior de lucratividade. Esse é o segmento de atuação da Cagliari Consultoria em Cadeia de Suprimentos, que está no mercado caxiense desde janeiro deste ano. Abaixo, confira uma entrevista com a gestora Marta Cagliari com diversas dicas para os empresários enfrentarem esse período conturbado da economia.   

Como economizar em tempos de crise?

Negociar, é o melhor dos resultados de economia em tempos difíceis.

Quais estratégias as empresas têm adotado?

As estratégias que as empresas tem adotado para o setor de compras, nestas épocas difíceis que nos encontramos, infelizmente não são das mais inteligentes se pensadas a longo prazo. Demitir profissionais especializados ou experientes do setor e realocar profissionais de outras áreas, que se submetem a trabalhar em um novo setor, que nem ao menos conhecem sua funcionalidade, para não perder o emprego, só servem para reduzir folha de pagamento.

Muitas vezes, este mesmo profissional que custa menos, por não ter noção da diferença entre preço e custo de um produto, traz mais prejuízos para a empresa do que se possa imaginar. Ao comprar um produto existem várias situações a serem analisadas, não somente preço unitário, mas sim o valor final, como o cálculo de impostos, diferenças de ICMS, no qual cada estado tem o seu, bem como fretes. O custo benefício do produto é o mais comum de acontecer, são as tributações que cada empresa possui, se uma empresa do regime presumido comprar de uma empresa do simples nacional, a mesma não se credita dos impostos, sendo assim eles devem ser computados no valor da mercadoria, e é aí que o pecado acontece, mesmo que uma empresa da mesma tributação ofertar um produto com valor maior do que a do simples, ainda assim pode ser vantajoso.

Quais são, normalmente, os principais entraves na economia de uma empresa?

  • O pensamento travado, ouvidos surdos às palavras e pensamentos de que o momento vivido é de oportunidades pelos gestores, sócios proprietários das empresas;
  • Enxergar somente o preço e não o custo das coisas, não fazer análise do custo benefício;
  • Valorizar mais uma venda do que uma compra, pois de nada adianta vender muito e comprar mal não gerando margem de lucro;
  • Pensar em planos de ação somente dos itens da curva ABC mais resultantes, pois muitas vezes as situações de menor impacto podem ser às demais prejuízo se não controladas.

Que dica você deixa aos empresários nesses tempos em que faturar é tão importante quanto economizar?

Diria que se reinventar é a melhor opção, tentar coisas novas, sem medo do retorno negativo, afinal o não já existe e a busca deve ser pelo sim, aproveitar esta situação do mercado para tirar vantagem. Para o setor de compras este é um momento de oportunidades, esta situação econômica gera poder de barganha junto ao mercado. Além disso, buscar novas opções de fornecedores, trabalhar com no mínimo três opções para cada item e se não for possível, por ser um item especifico desenvolvido exclusivamente, procurar trabalhar com contratos fixados por no mínimo seis meses a 1 ano. Mas lembrando sempre que a vantagem deve ser de ambas as partes não havendo abuso por parte da empresa, sempre chegar a um termo que ambos os lados venham a ganhar de alguma forma.

Também uma boa hora de criar indicadores de desempenho para as equipes, fazer gerar resultado, explorar a ferramenta brainstorming, para se reinventar.

 



Tags: Sulfite, Assessoria de Imprensa, Marta Cagliari, serviço, consultoria, empresas, suprimentos, dicas, empresas




Informe-se com a sulfite comunicação e eventos